28.11.16

No meu coração litoral

Agnieszka Motyka

Habita-me o brilho dos areais
quando a salsugem
tem a densidade de um aceno.
A navegação é inadiável.
Em minhas mãos passa,
perfeito, um navio.
Um punho de vento leva-o para o sul
onde a inquietude dos pássaros
se insinua no meu coração litoral.

Graça Pires
De Espaço livre com barcos, 2014

52 comentários:

Rosemeri Pellens disse...

Lindo!!! 😍😍😍
Bjk e uma ótima semana.

Luis Eme disse...

Fiquei a pensar se todos teremos um "coração litoral"...

Provavelmente não.

abraço Graça

Tais Luso disse...

(...)onde a inquietude dos pássaros
se insinua no meu coração litoral.


Tão lindo isso... Cada leitor traz para junto uma interpretação própria, destacando mais a beleza do poema.
beijo, Graça.

Laura Ferreira disse...

também gostava de ir para sul...
boa semana Graça.

✿France✿ disse...

BONJOUR ET MERCI POUR CETTE SUPERBE PHOTO j'adore les oiseaux par contre impossible de trouver la traduction je ne peux lire ton texte bise

Cidália Ferreira disse...

Poema maravilhoso! Amei

Beijo e uma excelente semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Marta Vinhais disse...

O mar sempre presente....Tantas histórias nos conta.... Basta ouvir...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

LuísM Castanheira disse...

a inquietude do nosso sentir...
e nas mãos, o sul dos sonhos.

li o poema em livro e não compreendo como, aqui, melhor o compreendi.

(gosto do lodo quando alimento das aves e peixes)

uma bela composição poética do "coração litoral"

um beijo amigo, Graça

Poções de Arte disse...

Acho que muitos possuem um pouquinho do litoral no coração.
Belo poema.
Obrigada pelo carinho com a Placa de Natal.
Abraços e feliz semana.

Arroz Di Leite disse...

Olá Graça,

belo poema minha amiga.
Bjs

Tânia Camargo

Teresa Almeida disse...

Adorei sentir um voo, inadiável, em cada verso.

Beijo, Graça.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Que belos teus versos Graça!..
Retribuo com meu verso
Menor, mas não é diverso
A quem belos versos faça.

Tem o teor que enlaça
O teu ao meu universo
E creio não ser adverso
Por meu verso conter jaça

Pois o importante é o teor.
Sendo do jeito que for,
Receba-o com a noção

Que o verso sem esplendor,
É carregado de amor
E de uma boa intenção.

Grande abraço e minha gratidão. Laerte.

Agostinho disse...

Às mãos marítimas da Poeta tudo é permitido. Com as metáforas douradas que joeira na maré traça a esperança dum Sul onde o brilho é mais intenso e os pássaros livres de habitar o coração.
Um poema superior, que já tinha lido, que afigura sempre de surpreendente beleza.
Um bj, amiga Graça Pires.

Lídia Borges disse...


´Muito, muito "visual". Um quê de maresia a insinuar-se e os pássaros, sonhos, e os sonhos navios.

Beijo meu

Lídia

Manuel Veiga disse...

... para o Sul
onde o Sol
e o Sal
são mais nítidos!

(e a inquietude dos pássaros)

beijo, Graça
muito belo teu poema

Isa Sá disse...

Mais um bonito poema.



Isabel Sá
Brilhos da Moda

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, mais uma poema curto, lindo e objetivo.
Continuação de boa semana,
AG

Ives disse...

Coração litoral! Fenomenal! abraços

Lucinalva disse...

Olá Graça
Lindo poema, bjs querida.

São disse...

No teu coração litoral vive a poesia, minha amiga

Beijinhos

Suzete Brainer disse...

O título lindo, que nos leva para o voo do poema,
na profundidade da poeta que sempre sabe dizer!...

A imagem belíssima no acompanhamento do poema.
Um todo de arte de belíssima composição, querida Graça.
Beijo.

As Mulheres 4estacoes disse...

Adorei,"meu coração litoral", bem que estou a precisar de uma brisa do mar para refrescar o coração.
Uma imagem bem de acordo com o poema.
Abraço,
Sônia

Blog da Gigi disse...

Ótima semana! Beijos

Mar Arável disse...

Memória viva
Sempre presente

Bjs

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite querida Graça.
Um poema lindo, onde o coraçao se prende ao litoral. A imagens lindissima, me fez fazer o lindo voou. Muito belo. Lindo dias. Forte abraço.

graça Alves disse...

Tão bonito, Graça!
A sua alma indiscutível de poeta...
beijinho

Ana Freire disse...

Um poema lindíssimo... impregnado de liberdade... criativa... como todo o poeta precisa!...
Ao sabor das palavras... adorei percorrer este belíssimo litoral...
Beijinho, Graça! Bom feriado!
Ana

Ailime disse...

Boa noite Graça,
Que poema tão belo!
O mar, o vento, a liberdade e a beleza poética que habitam inegavelmente o seu magnânimo "coração litoral"!
Poesia que só a Graça sabe ortografar com o seu sublime olhar.
Um beijinho e continuação de boa semana.
Ailime

A Nossa Travessa disse...

Querida Gracitamiga

Eu tenho um coração litoral
Tu tens um coração litoral
Ela tem um coração litoral
Ele tem um coração litoral
Nós temos um coração litoral
Vós tendes um coração litoral
Elas têm um coração litoral
Eles têm um coração litoral...
... mas nem todos têm um coração virtual. Tu, que és Poesia, tens!

Qjs do Henrique, o Leãozão

regina disse...

Apesar do meu coração ter muitas raízes no xisto, também tem algumas no litoral. Mas eu não saberia dizê-lo de forma tão bela.
Ab
Regina Gouveia

Brisa Petala disse...

Boa noite graça
Que poema encantador feito com carinho de sua alma. Um bj

ManuelFL disse...

A poeta acena dos areais que brilham.
Um punho de vento sopra as velas do navio.
Pássaros inquietos aguardam o seu coração litoral.
A navegação é inadiável.

Beijo, Graça.

Pedro Luso disse...

Olá Graça. Gosto muito de seus poemas,
como este “No meu coração litoral”.
Pergunto, Graça, o seu livro de onde
foi tirado esse belíssimo poema,
“De espaço livre com barcos”, de 2014,
é de primeira edição? Beijo. Pedro.

tulipa disse...


BOM FERIADO Graça!

Aqui estou hoje:
Começo por lhe agradecer as visitas aos meus blogues e os comentários que deixou, com todo o carinho.

Sobre o seu post:
Habita-me o brilho dos areais
Em minhas mãos passa,
perfeito, um navio.

LINDÍSSIMO!
Gostaria de saber escrever assim...

Poeta não sou
mas, também escrevo a Vida da forma que a sinto.

Daí que,
no domingo passado aconteceu a apresentação de um livro onde participei com 3 trabalhos.

Aqui está o meu post mais recente:

27 de novembro, às 16:00h
Apresentação do livro “Poetas Nossos Munícipes”
Com o objetivo de divulgar e valorizar a poesia e os poetas locais e, simultaneamente, incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita, atividades que consideramos essenciais na formação individual e coletiva dos cidadãos, a Câmara Municipal promoveu a 3ª edição do projeto
“Poetas Nossos Munícipes”, antologia de poesia do concelho da Moita.
Participaram nesta edição, 26 poetas residentes no concelho
ou naturais não residentes, com um total de 94 poemas.

Só um cheirinho do que li:

LUGARES DO MUNDO

Viajar é avançar!
Quero ir pelo Mundo.
Preciso de sentir a viagem.
Viajar por mim, com meus olhos e pés.
Há muitos lugares que podem ser descobertos.
É só uma questão de enveredar por trilhos.

São Miguel, Terceira ou Flores
Tudo isto é Açores.

Muitas vezes, Vitorino Nemésio
passeou pela Terceira
nos seus alongados pensamentos.
Um jardim colorido e regado por várias lagoas.
Onde os canteiros são recortados
por rios de lágrimas que brotam da encosta
em quedas de água gigantes
num permanente choro de alegria,
doce e terna nostalgia.

(continua)

SEGUNDA-FEIRA, 28 DE NOVEMBRO DE 2016
APRESENTAÇÃO DO LIVRO "POETAS NOSSOS MUNÍCIPES"
no blog:
http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/

Beijinhos.

teresa p. disse...

"A navegação é inadiável.." é a exigência de um "coração litoral". O poema é profundamente belo, pleno de imagens marítimas perfeitas. A foto complementa lindamente o texto. Gostei demais!
Beijo.

Jaime Portela disse...

Um coração litoral sente mais...
Excelente poema, como sempre. Gostei imenso.
Bom fim de semana, querida amiga Graça.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

A imagem da Agnieszka Motyka , foi um bom suporte a este poema que nos fala da inquietude do voo e quiçá do desassossego do poeta em seu navegar...
um poema curto e tão grande de beleza em seu poetar
beijinhos
:)

Toninho disse...

Que maravilha Graça, poema que nos faz criar as imagens.
O coração litoral tão leve e solto como uma gaivota.
Bom e lindo fim de semana amiga.
Bjs

Nal Pontes disse...

Lindo poema. Amei ler. Bjs querida

Fê blue bird disse...

Quem tem a poesia e o mar na alma só pode ter um coração litoral.
Que bela esta definição amiga Graça

Um beijinho

manuela baptista disse...

um coração à beira-mar


um beijo, Graça

AC disse...

As paisagens são cada vez mais globais, Graça, num insaciável giga-joga nas teclas. Para lá virtualidade, cada vez mais real, ainda bem que a poesia, livre, se continua a insinuar.

Um beijinho :)

Zilani Célia disse...

OI GRAÇA!
LINDO AMIGA. O MAR É AMIGO DA ALMA DO POETA, INSPIRA BELEZAS COMO ESTA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Como sempre uma boa poesia.
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Majo Dutra disse...

Como a compreendo!
Também tenho genes e coração litorais...
Um poema que não foge à habitual poética,
espressiva, sensível, com pausas perfeitas
e muito elegante...
Belo e deliciosamente marinho...
~~~ Abraço, querida amiga ~~~

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida!
Tão lindo tudo, desde as palavras usadas nos versos como a imagem que encabeça seu post poema!
Bjm muito fraterno

solfirmino disse...

Linda imagem poética, amiga, como uma despedida...

Odete Ferreira disse...

E quando o mar vive no coração da poeta, só podem sair marés de palavras vivas a sulcar o chão salgado de emoção. Em superior estado poético!
BJ, Graça 👏

Anete disse...

Um poema com sentimentos profundos! Sensibilidade nos versos intensos...
Muita paz e um beijinho...
Obrigada pelo carinho no Fragmentos Poéticos...

Anónimo disse...

Fantástico...

Alfredo Rangel disse...

Que poesia mais linda. Sinto teus dedos nesta poesia. E gosto desta sensação.

vitalina de assis disse...

Olá amiga Graça.

Lindo poema. Saudades do mar e de tudo que sua fala e areia nos tem a dizer.

Um 2017 muito feliz e pleno.

Bjs.